Top 3 : Negócios para Trabalhar A Partir de casa

Nossa Classificação
Ola pessoal seja bem-vindo a mais um post ,E hoje vamos ver Top 3 : NEGÓCIOS A PARTIR DE CASA. São 3 profissões Bastante lucrativas que você pode trabalhar em sua própria casa . Fique comigo até o fim desse post E se gostar deixe sua classificação, comente E compartilhe com os amigos .

1° Dicas para Cabeleireiros Iniciantes

 

Cabeleireiros: no interior ou na capital, você os encontra. De ambos os sexos, várias idades, iniciantes ou veteranos.

 

Cuidar da saúde e da aparência dos cabelos é uma profissão antiga, conhecidíssima e rentável – e também desafiante, haja vista que a clientela é exigente, em especial o público feminino. Para ser um cabeleireiro de sucesso, é preciso ter talento, paciência, carisma e, sem dúvida, paixão pelo que faz.

Estar Sempre Preparado!

 

Uma dica valiosa para quem quer iniciar uma carreira como cabeleireiro é investir na sua qualificação. Faça cursos profissionalizantes, pesquise bastante.

 

Há Diversos material Gratuitos disponível na internet que você poderá utilizar, boa parte desse conteúdos são gratuita. Muitas pessoas iniciam o curso só depois de começar a trabalhar, o que não deixa de ser válido.

 

Mas lembre-se que trabalhar com os cabelos alheios é uma responsabilidade muito grande. Não tente fazer um procedimento que não conhece bem; espere até aprender o mesmo durante seus estudos.

 

Preste Atenção nos Cabelos de Seus Clientes

 

Atenção: um cabeleireiro de qualidade não só faz cortes e penteados deslumbrantes, mas também é aquele Profissional que analisa e diagnostica a saúde dos cabelos.

 

Se uma cliente com o cabelo já fragilizado pedir por um tratamento mais agressivo, por exemplo, seja responsável e não o faça – afinal, é você o especialista! Não raro, vemos e ouvimos relatos de pessoas que foram cuidar dos cabelos em salões e saíram de lá sem eles, por causa de procedimentos indevidos.

Tenha cautela, pois um erro dessas proporções pode acarretar em muitos aborrecimentos e até em processos judiciais.

 

Pratique em Casa!

 

Para adquirir experiência, ofereça seus serviços a pessoas próximas, familiares, colegas. Quem nunca teve uma vizinha ou amiga que fazia cortes de cabelo e escovas para as pessoas da região? Importante: mantenha o bom humor, faça com que sua clientela se sinta confortável em sua companhia.

Muitas pessoas aproveitam o momento de um tratamento capilar para falarem sobre sua vida pessoal, seus problemas. Você pode (e deve) ser solidário e gentil com um cliente que desabafa, mas não perca a ética, jamais. Sempre use o bom senso.

 

Você pode também pedir emprego em salões.

 

É evidente que o lucro de um funcionário de salão é bem menor que o de um proprietário, mas, de início, foque no seu aprendizado. O sucesso financeiro é construído aos poucos (e, como diz o ditado, o único lugar onde o dinheiro vem antes do trabalho é no dicionário).

Aproveite e pesquise sobre como montar o seu próprio salão. Muitas pessoas começam ‘do nada’ trabalhando na garagem, num quarto da própria casa ou a domicílio. Outras, com o dinheiro da atividade, optam por construir um pequeno cômodo.

Há também quem alugue um ponto comercial. Faça um planejamento e veja a opção mais viável para você.

 

Invista em Marketing

 

Faça uma boa divulgação. Use cartões de visita, banners, panfletos, anúncios em rádios, redes sociais etc. E não se esqueça do essencial: surpreenda seu cliente com o melhor atendimento possível. Um cliente satisfeito é a melhor ferramenta de divulgação para o cabeleireiro.

Estas são apenas algumas das diversas dicas úteis para que você se desenvolva como um bom profissional de beleza.




 

2° Como ganhar dinheiro com salgados

Salgadinhos são guloseimas super vendáveis, amadas pela grande maioria do povo brasileiro. Se você tem habilidades culinárias e está à procura de uma renda extra, fazer salgados para vender pode ser o pontapé inicial para seu sucesso financeiro.

 

É possível ver por aí muitas pessoas vendendo salgados nas ruas – umas são ignoradas, enquanto outras estão sempre rodeadas de fregueses. Seria um capricho do destino? Definitivamente, não.

 

Vamos conferir algumas dicas que tornam um salgadeiro bem sucedido.

 

Passo 1 – Estude Formas de Negócios e Receitas

 

Primeiro: estude.

 

Cursos de salgadinhos irão acrescentar muito a você, mesmo que já tenha experiência na área.

 

Na internet, há muitos cursos básicos gratuitos, e-books baratos, sem contar as vídeo-aulas disponíveis no YouTube. Participe de fóruns de culinária, a troca de conhecimentos nesses ambientes é muito valiosa.

 

Se você é hábil para preparar quitutes, mas não tem noções de empreendedorismo, procure os cursos gratuitos online do Sebrae.

Passo 2 – Descubra que tipo de salgado você vai vender

 

Defina que tipo de salgado você vai preparar.

 

Os mais comuns são coxinhas, pasteizinhos (fritos ou assados), quibes, rissoles, entre outros. Há também os salgados finos, mais solicitados para casamentos e eventos empresariais (enroladinho de presunto, croquetes, empadinhas…).

 

Esteja atento ao comprar os ingredientes que serão utilizados. Pesquise bastante, para não gastar muito nas compras, mas não descuide da qualidade do que for comprar.

 

Não adianta comprar a farinha de trigo mais barata e depois fornecer ao cliente um salgado com a massa ‘duvidosa’.

 

Passo 3 – Venda Primeiro Para Amigos e Vizinhos

 

 

Depois de testar e aprovar as receitas escolhidas, comece oferecendo os salgados na vizinhança, na sua escola/faculdade, para seus amigos…

 

As pessoas aprovarão seus salgados e os divulgarão para você. Nesse ínterim, prepare cartões de visita com os seus contatos e os distribua. É uma ótima maneira de se fazer conhecido.

 

Passo 4 – Cuidados ao Se Vender na Rua

 

 

Se você quiser vender na rua, tenha sempre o máximo cuidado com sua aparência e higiene. Esteja impecável e apresente seus salgados sempre perfeitos.

 

E, para que você possa trabalhar tranquilamente, procure a Prefeitura Municipal de sua cidade e veja como obter autorização para vender em um ponto fixo – portas de escola, de repartições públicas, de igrejas etc.

 

Passo 5 – Saia da Informalidade

 

 

Procure, assim que for possível, legalizar seu negócio e sair da informalidade. Cadastrando-se como Microempreendedor Individual (MEI), você terá mais segurança profissional, poderá fornecer notas fiscais e contar com os benefícios do INSS, em casos de necessidade, tais como licença-maternidade, auxílio-doença, entre outros. Acesse o Portal do Empreendedor para saber mais.

 

Passo 6 – Ficando Gigante: Venda por Encomenda

 

  1. Você pode também fornecer salgados por encomenda (geralmente esses são em tamanho menor e se vende a centenas).
  2. Você pode trabalhar com a entrega dos salgados congelados ou já assados/fritos.
  3. Procure firmar parcerias com serviços de buffet, padarias ou lanchonetes.
  4. Seja pontual na entrega das encomendas, pois a clientela é mais exigente em relação a datas e horários.
  5. Com muita dedicação e boa vontade, o seu negócio será próspero.

 

Boa sorte e mão na massa!

 

3° Trabalhe em Casa: Manicure

Quem não gosta de ter unhas bonitas e bem cuidadas?

 

Observe ao seu redor e você verá um número considerável de mulheres com verdadeiras obras de arte estampadas nas pontas dos dedos. Mesmo os homens, atualmente, têm buscado cuidar da aparência de suas unhas e da saúde das mãos e dos pés.

 

Profissão antiga e bastante requisitada, trabalhar como manicure/pedicure é uma boa alternativa de renda, visada predominantemente por mulheres.

 

Essas profissionais costumam desenvolver suas atividades em três ambientes: na própria casa, na casa do cliente ou em salões de beleza.

 

Cuidar da saúde e da estética de mãos e pés é, também, um ponto de partida para quem deseja ter seu próprio negócio. Em 2012, as profissões de manicure e pedicure foram regulamentadas, o que beneficia muito os profissionais de beleza, que, com isso, podem ter sua carteira assinada.

Há muitas donas de casas que optam por trabalhar como manicure/pedicure pela praticidade da profissão, auxiliando na renda da família ou mesmo garantindo a fonte principal dessa renda. Assim, é possível exercer o ofício sem precisar se afastar do lar.

 

Se você precisa aumentar sua renda, precisa trabalhar a partir de casa e se identificou com a ideia, veja algumas dicas para se engajar nesta atividade, conquistar clientes e obter bons lucros. Vamos a elas:

 

Qualificação

 

Para ser manicure/pedicure, é recomendável que você faça um curso para começar. Na internet, há opções de cursos online gratuitos.

 

Mesmo que você não tenha experiência, é imprescindível que tenha conhecimentos básicos sobre a composição das unhas, como fazer as unhas das mãos e dos pés, sobre os instrumentos de trabalho utilizados, noções de higienização dos mesmos, entre outras coisas.

 

Aquisição de materiais

 

Adquira os instrumentos necessários para o trabalho.

 

Manicures/pedicures costumam utilizar, pelo menos, 2 kits de instrumentos em inox, para que haja tempo de esterilizá-los entre um atendimento e outro.

 

Você precisa de:

 

  • 3 alicates (um para cutículas, um para unhas das mãos e um para unhas dos pés)
  • 1 espátula para cutículas
  • 1 desencravado de unhas
  • Lixas para unhas

 

Há também os itens que são laváveis ou descartáveis:

 

  • Algodão
  • Toalhas de rosto
  • Palitinhos de laranjeira
  • Lixas para os pés
  • Hidratantes para as mãos e para os pés
  • Removedores de esmaltes
  • Bases e esmaltes de boa qualidade
  • Álcool 70% (para esterilizar suas mãos durante o processo)
  • Esta é uma lista de itens básicos, você poderá precisar de outros materiais.

 

Onde trabalhar?

 

Uma característica interessante dessa profissão é não ter restrições quanto ao local de trabalho. Você pode trabalhar em sua casa, na casa do cliente, em um salão de beleza e – dependendo da ocasião – até mesmo no local de trabalho do cliente.Proporcione aos seus clientes o melhor atendimento possível.

 

Lembre-se que manicure/pedicure é uma profissão bastante concorrida e que a sua reputação depende da qualidade do seu trabalho.Demonstre profissionalismo, ética, seriedade e gentileza.

 

Boa sorte!

Espero que tenha Gostado do Poste de Hoje , Deixe sua classificação, comente E compartilhe com os amigos !! Att


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *